• {{currentSearchSuggestions.title}}
  • {{currentSearchSuggestions.title}}
{{navigationCta.name}}

A Etiópia e as energias renováveis: uma escolha de sustentabilidade

4 min.

A Etiópia e as energias renováveis: uma escolha de sustentabilidade

A Etiópia possui projetos ambiciosos na área de energias renováveis. Desde 2017, a Enel Green Power é uma aliada do governo etíope na promoção da transição energética e do desenvolvimento sustentável.

{{ item.title }}
{{ item.content }}

O futuro da Etiópia passa pelo sol que ilumina suas terras elevadas, pelo vento que sopra em suas florestas e pela correnteza de seus rios. O país é rico em fontes de energia renováveis que, se usadas, poderão contribuir para a construção de um futuro sustentável.

Ciente do enorme potencial de seu território, em 2016 o governo de Adis Abeba – único entre os países da região – lançou um plano ambicioso para acelerar a transição energética e incentivar a criação de usinas movidas pelas abundantes fontes renováveis presentes em seu território.

Através do Growth and Transformation Plan 2 (Plano de Crescimento e Transformação 2), nos próximos anos o país pretende construir 13,7 GW de capacidade renovável proveniente de fontes alternativas à hidrelétrica, de modo a diversificar seu mix de geração energética.

Para isso, Adis Abeba dirigiu sua atenção ao sol, e através do Scaling Solar – programa promovido pelo Banco Mundial para assistência financeira a países emergentes no âmbito da energia solar – realizou as primeiras licitações para a construção de novas usinas fotovoltaicas.

A Etiópia é o quarto país – depois de Madagascar, Zâmbia e Senegal – a escolher a Scaling Solar para construir 500 MW em energia solar, potência suficiente para sanar o déficit energético que o país enfrenta.

Atualmente ainda há 60 milhões de etíopes sem acesso à energia elétrica.  

 

"O acesso à energia limpa é a chave para o desenvolvimento da África. Para um futuro energético seguro e sustentável, as fontes renováveis são a melhor opção. A competitividade dos custos, a disponibilidade de recursos e a rápida inserção no mercado de tecnologias verdes podem contribuir para a disseminação da energia sustentável na África."

– Antonio Cammisecra, CEO da EGP e Presidente da RES4MED&Africa

 

A Etiópia não quer ficar no escuro

Em 2017, a Enel Green Power apresentou uma oferta para a construção da usina fotovoltaica de Metehara, região de Oromia, a cerca de 200 km da capital Adis Abeba.

Uma vez construída, a usina solar de Metehara terá capacidade instalada de 100 MW e será capaz de gerar aproximadamente 280 GWh por ano, evitando a emissão de aproximadamente 296 mil toneladas de CO2 na atmosfera.

{{ item.title }}
{{ item.content }}

A unidade, construída através de um consórcio liderado pela EGP, investirá 120 milhões de dólares mediante um acordo de fornecimento de vinte anos (Power Purchased Agreemeent, PPA) com a Ethiopian Electric Power (EEP), responsável pela distribuição da energia produzida pela usina na rede local.

Atuando sempre através do programa Scaling Solar, a EGP aguarda os editais de convocação para mais dois projetos solares enquanto o governo local conduz estudos de viabilidade para explorar o potencial de usinas hidrelétricas e geotérmicas.

Graças aos esforços do atual primeiro-ministro Abiy Ahmed – no cargo desde maio de 2018 – que reiterou a solução verde adotada por seus antecessores, além de um quadro normativo estável, baseado em licitações e PPA, a Etiópia tem um enorme potencial para acelerar sua trajetória no desenvolvimento sustentável e superar os inúmeros contrastes que ainda enfrenta. 

Conteúdo relacionado

Este site utiliza cookies analytics e de personalização, próprios e de terceiros, para enviar publicidade de acordo com suas preferências. Ao fechar este banner e navegar nesta página, ou ao clicar em um link ou continuar a navegação de qualquer outra forma, você estará concordando de forma livre, informada e inequívoca com a utilização de cookies. Caso queira obter mais informações ou negar a permissão de todos ou de alguns cookies, consulte nossa Política de Privacidade. Aceitar e fechar