• {{currentSearchSuggestions.title}}
  • {{currentSearchSuggestions.title}}
{{navigationCta.name}}
3 min.

A EGP conquista 80mw de energia renovável na Itália

Com a adjudicação do primeiro leilão italiano convocado pela GSE (Gerente de Serviços de Energia), a Enel Green Power renova o seu compromisso com o crescimento das energias renováveis no país.

{{ item.title }}
{{ item.content }}

Em um país que incentiva essa prática há anos, falar sobre "leilões e licitações" pode parecer um pouco estranho. O mérito desse retorno é certamente o PNIEC (Plano Nacional Integrado de Energia e Clima), que visa, dentre outras coisas, a aumentar a parcela de energia limpa em 55% até 2030. Mas não só.

As tecnologias renováveis agora são mais baratas que os combustíveis tradicionais e, acima de tudo, são universalmente reconhecidas como fontes indispensáveis na luta contra as mudanças climáticas.

O pacote de licitações anunciado pelo GSE (Gerente de Serviços de Energia), começou em outubro passado com esta primeira rodada, e representa uma reviravolta neste setor.

Ganhamos 60 MW de nova capacidade renovável para 3 projetos eólicos e outros 20 MW para a reforma e a modernização de usinas eólicas e hidrelétricas já em operação. Mais especificamente, a licitação na qual que participamos incluía 500 MW para novos projetos eólicos e solares, além 60 MW para reformas de usinas hidrelétricas e eólicas com potência superior a 1 MW.

Resultado que representa uma contribuição significativa para a consecução do objetivo de descarbonização do Grupo e do país.

 

"Com esta licitação, confirmamos nosso compromisso com o crescimento de energias renováveis na Itália, país central para nossos negócios e nosso compromisso na transição energética para um modelo de geração de eletricidade mais sustentável. Os investimentos para o desenvolvimento de novas capacidades renováveis contribuirão para os objetivos de descarbonização do Grupo e do país, e apoiam a substituição progressiva de fontes fósseis por fontes de zero emissão".

- Antonio Cammisecra, Diretor Administrativo da Enel Green Power e diretor da divisão Global Power Generation

 

Novos canteiros de obras iniciados em tempo recorde

Os três novos parques eólicos serão construídos na Sicília, Molise e Campânia. O objetivo é extremamente ambicioso: as obras começarão já em 2020 para entrar gradualmente em operação já em 2021.

Os 20 MW adicionais de contratos atribuídos referem-se à expansão e extensão da vida útil de 4 usinas da EGP já em operação em Molise, Sardenha, Piemonte e Toscana. Mais uma vez, espera-se outro recorde: as obras de renovação terão início entre 2020 e 2021.   

Com a outorga deste primeiro leilão, a EGP renova seu compromisso com o crescimento de fontes renováveis na Itália e no mundo todo. O plano de expansão das energias renováveis prevê o desenvolvimento de novas capacidades a nível global para 14,1 GW no período 2020-2022, com o objetivo de atingir cerca de 60 GW da capacidade total gerenciada até 2022.

Na Itália, a EGP gerencia uma capacidade renovável total de mais de 14 GW, equivalente a cerca da metade da capacidade gerenciada pelo Grupo no país. Em 2019, produziu cerca de 24 TWh no país a partir de fontes renováveis, o equivalente a 52% de sua produção e 21% da produção nacional de energia a partir de fontes renováveis.

A construção de novas capacidades e a expansão das usinas existentes na Itália fazem parte do compromisso mais amplo do Grupo Enel para o crescimento das energias renováveis e a descarbonização que, na Itália, no período 2020-2022, prevê o desenvolvimento de novas capacidades renováveis para cerca de 700 MW e para os quais a EGP desenvolveu um pipeline de 1,3 GW de capacidade que poderão entrar em operação no mesmo período.

Este site utiliza cookies analytics e de personalização, próprios e de terceiros, para enviar publicidade de acordo com suas preferências. Ao fechar este banner e navegar nesta página, ou ao clicar em um link ou continuar a navegação de qualquer outra forma, você estará concordando de forma livre, informada e inequívoca com a utilização de cookies. Caso queira obter mais informações ou negar a permissão de todos ou de alguns cookies, consulte nossa Política de Privacidade. Aceitar e fechar