• {{currentSearchSuggestions.title}}
  • {{currentSearchSuggestions.title}}
{{navigationCta.name}}
4 min.

renewAfrica Initiative: a Europa acolhe a iniciativa promovida pela RES4Africa

Os signatários da renewAfrica Initiative se reuniram em Bruxelas para apresentar à Comissão Europeia o projeto para a criação de uma nova ferramenta de apoio ao financiamento de projetos renováveis na África.

{{ item.title }}
{{ item.content }}

O futuro da África passa por Bruxelas. A Enel Green Power e outros players europeus do setor de energia renovável se reuniram em 28 de janeiro para fazer um balanço do progresso da Iniciativa renewAfrica, o apelo foi feito em junho do ano passado na cidade de Roma, a fim de que a Europa pudesse adotar uma nova ferramenta de apoio aos investimentos no setor de energias renováveis para o continente africano.

A Enel Green Power está entre as promotoras e signatárias do apelo, ao qual também aderiram outras empresas públicas, universidades e instituições financeiras europeias. A reunião de Bruxelas foi organizada pela Fundação RES4Africa e contou com a presença de representantes da Comissão Europeia, indústrias de energia renovável, instituições financeiras internacionais, universidades e think-tanks do setor.

 

“O objetivo da Iniciativa renewAfrica de estimular os investimentos europeus em energia renovável na África se adapta perfeitamente às ambições de um Green Deal europeu e de uma Europa mais forte no mundo, tal como definido pela Comissão Europeia"

-Antonio Cammisecra, presidente da renewAfrica Initiative e CEO da Enel Green Power

 

 O futuro da África é verde

Ainda hoje 600 milhões de africanos – 48% da população do continente – não têm acesso à eletricidade.

Em um continente que atravessa um conturbado crescimento urbano e demográfico, preencher essa lacuna significa, em primeiro lugar, poder associar aos investimentos públicos atuais novos instrumentos de financiamento privados a fim de acelerar a transição energética em curso.

Segundo as estimativas, serão necessários cerca de 65 bilhões de euros anuais em investimentos para permitir que toda a população do continente tenha acesso à eletricidade até 2040, uma soma que não pode depender apenas dos países.

Facilitar os investimentos em prol do desenvolvimento sustentável e da transição energética é um desafio comum tanto para a Europa quanto para a África. Com a assinatura do acordo de Paris em 2015 e os recentes Green Deal, a UE assumiu a linha da frente na coordenação das ações climáticas globais. Sob esta perspectiva, a colaboração com a África é extremamente essencial.

 

"Para levar o acordo adiante e desenvolver a Green Alliance no exterior utilizando a cooperação no combate à mudança climática, a UE terá que tomar medidas concretas: a renewAfrica Initiative pode ser uma delas"

-Antonio Cammisecra, presidente da renewAfrica Initiative e CEO da Enel Green Power

 

Uma nova ferramenta para todos

Um estudo recente conduzido pela Fundação RES4Africa mostrou que a Europa tem hoje diversas ferramentas a favor dos investimentos em energias renováveis.

Entretanto, o número elevado de instrumentos e o grande nível de fragmentação entre eles inviabilizam seu uso orgânico, limitando a eficácia e os efeitos das ações introduzidas. O estudo sugere que uma nova ferramenta, capaz de desenvolver quadros normativos e políticas ad hoc, bem como oferecer meios de financiamento e de-risking, aumentaria o investimento no setor de energias renováveis. 

 

“É uma honra agregar e discutir novas ideias com a renewAfrica no Green Deal europeu. Nosso objetivo é redobrar nosso compromisso a fim de desbloquear todo o potencial renovável africano. Trata-se de um pré-requisito para o crescimento inclusivo e sustentável de todo o continente, além disso estamos ansiosos para trabalhar com todas as partes interessadas e comprometidas com os investimentos da transição energética africana"

-Koen Doens, Diretor Geral da DG, Comissão Europeia de Cooperação Internacional e Desenvolvimento (DEVCO)

 

A renewAfrica Initiative tem a ambição de criar um diálogo com os governos locais, capacitar instituições e empresas, apoiar os processos de licitação e concessão, além de desenvolver as habilidades profissionais e a formação necessária para o desenvolvimento deste mercado. Trata-se, portanto, de uma abordagem global e holística, capaz de financiar rapidamente diversos projetos renováveis atualmente desprovidos de ferramentas de fomento. 

Este site utiliza cookies analytics e de personalização, próprios e de terceiros, para enviar publicidade de acordo com suas preferências. Ao fechar este banner e navegar nesta página, ou ao clicar em um link ou continuar a navegação de qualquer outra forma, você estará concordando de forma livre, informada e inequívoca com a utilização de cookies. Caso queira obter mais informações ou negar a permissão de todos ou de alguns cookies, consulte nossa Política de Privacidade. Aceitar e fechar