• {{currentSearchSuggestions.title}}
  • {{currentSearchSuggestions.title}}
{{navigationCta.name}}
3 min.

Open Africa Power: formação e energias renováveis para o desenvolvimento do continente

Começa hoje a segunda edição do Open Africa Power, o programa de formação concebido para criar uma nova geração de líderes africanos no setor energético. Um compromisso fundamental da Enel Green Power que leva energia sustentável a todo o continente.

{{ item.title }}
{{ item.content }}

Criando os futuros líderes africanos em energia. Este é o objetivo do Open Africa Power, cuja segunda edição começa hoje em Adis Abeba, capital da Etiópia.

O objetivo do projeto é fornecer uma formação de alto nível para graduados, combinando conhecimentos disciplinares verticais do setor energético, desde aspectos técnicos e normativos até noções estritamente operacionais.

O curso é destinado aos estudantes mais destacados entre mestrandos e doutorandos em engenharia, direito e economia oriundos de diversas universidades africanas.

O projeto Open Africa Power é encabeçado pela Enel Foundation em cooperação com a Universidade Strathmore, a Universidade de Adis Abeba, o Politécnico de Turim, o Politécnico de Milão, a Università Bocconi e a Florence School of Regulation.

 

Um 2019 repleto de novidades

No ano passado, a primeira edição do Open Africa Power contou com a participação de 29 alunos selecionados entre os 140 candidatos inscritos, e foi realizada na Strathmore University de Nairobi, no Quênia.

Este ano os números mais que dobraram: dentre as mais de 400 inscrições recebidas, foram selecionados 60 candidatos, um terço deles constituído por mulheres. Os cursos desta segunda edição serão ministrados na Universidade de Adis Abeba, Etiópia, nossa implementing partner para a edição de 2019.

Os estudantes da edição 2019 do Open Africa Power provêm de 16 países africanos, entre eles Etiópia, Quênia, Nigéria, Argélia, Ilhas Maurício, Burkina Faso, Marrocos, Tanzânia, Ruanda, Egito, Zâmbia, Malawi, Zimbábue, Gana, África do Sul e Camarões.

Inalterado, o programa de formação tem duração de 6 meses e se divide em 4 módulos didáticos. Uma primeira parte é dedicada às aulas presenciais na Etiópia, a segunda ao e-learning, a terceira a uma tour de duas semanas na Itália, com visita a locais estratégicos para os negócios do Grupo e, por fim, a cerimônia de encerramento.

A primeira edição culminou com a participação na Conferência Anual da RES4Med&Africa, durante a qual foi apresentada a publicação "Unlocking Value from Sustainable Renewable Energy ", de autoria da Associação em parceria com a Enel Foundation. Diversas iniciativas giraram em torno deste programa de capacity building, entre elas a edição do "Open Africa", um livro fotográfico e documentário web produzido em parceria com a RES4Med&Africa.

 

Novas energias para a África

A Enel Green Power é uma das principais operadoras de energia renovável na África e está constantemente comprometida com o desenvolvimento sustentável do continente que hoje possui as maiores taxas de crescimento do mundo e demandará cada vez mais energia no futuro.  

Uma energia que pode ser fornecida sobretudo graças à formação de pessoal local capaz de acompanhar todas as fases da cadeia de valor envolvidas na construção de uma unidade, do projeto à construção, até a sua posterior manutenção.

Para a Enel Green Power, iniciativas como a Open Africa Power constituem uma ocasião perfeita para garantir oportunidades de emprego aos jovens africanos, além de enriquecer suas próprias equipes com brilhantes profissionais. 

 

Este site utiliza cookies analytics e de personalização, próprios e de terceiros, para enviar publicidade de acordo com suas preferências. Ao fechar este banner e navegar nesta página, ou ao clicar em um link ou continuar a navegação de qualquer outra forma, você estará concordando de forma livre, informada e inequívoca com a utilização de cookies. Caso queira obter mais informações ou negar a permissão de todos ou de alguns cookies, consulte nossa Política de Privacidade. Aceitar e fechar