• {{currentSearchSuggestions.title}}
  • {{currentSearchSuggestions.title}}
{{navigationCta.name}}
3 min.

Fortalecemos nosso compromisso com a educação dos jovens

A Enel Green Power e seus parceiros ajudaram mais de 600 jovens da África do Sul a descobrir roteiros de estudo e receber orientação profissional.

{{ item.title }}
{{ item.content }}

Na África do Sul o mês de junho é dedicado à juventude. No país do Arco-Íris, o dia 16 de junho é marcado pela celebração do Youth Day, o dia da juventude em memória dos confrontos de Soweto em 1976, quando milhares de jovens estudantes marcharam para protestar contra a péssima qualidade de educação que lhes era oferecida. Uma marcha pacífica, que desencadeou uma revolta e foi reprimida a sangue pela polícia.

Para a Enel Green Power – que na África do Sul conta com 7 usinas, entre solares e eólicas – a educação escolar é um pilar fundamental para a melhoria das condições socioeconômicas.

É neste contexto que se insere a parceria firmada pela Enel Green Power África do Sul (EGP RSA) com a Path Steward, (empresa de tecnologia educacional que presta serviços às escolas mais pobres da África do Sul), a PSconnect (associação fundada por Thabiso Ramadiba e Nathan Dube para fornecer acesso igualitário a oportunidades educacionais para crianças que crescem em situação vulnerável) e a Mokhutama Investment Holdings (serviços de impulsionamento de carreira para estudantes de nível 11 oriundos de vilarejos próximos à Lephalale, província de Limpopo). Uma parceria que rendeu frutos através da criação do Lephalale Feedback Report em 2018, cujos resultados foram anunciados recentemente.

 

Juntos pela África do Sul

Cerca de 602 alunos (53% mulheres e 47% homens) provenientes de 10 escolas das aldeias de Seleka, Mokurunyane e Shongoane participaram do primeiro Report. Foram organizados workshops, oficinas de orientação profissional e sessões de coaching de carreira. Ao fim do evento, uma série de avaliações e career report foi oferecida a cada aluno para ajudá-los a alcançar seus objetivos e direcioná-los à uma trajetória de educação e formação no ensino superior.

O relatório destacou a importância de melhorar a formação em disciplinas tecnico-científicas (STEM). Os alunos demonstraram real interesse por uma ampla variedade de planos de carreira, 25 no total. O interesse pelo ensino superior foi estimulante:  75% dos alunos querem ingressar na universidade, ao passo que 25% deles optaram pela via do Colégio TVET (Technical and Vocational Education and Training).

O projeto foi muito desafiador: vários alunos das escolas avaliadas sequer sabiam quais eram suas notas, enquanto outras escolas não conseguiam fornecer acesso à internet aos alunos para que eles pudessem buscar oportunidades de emprego ou instituições de ensino superior.

Muitas instituições tinham poucos funcionários e a maioria dos professores careciam de atualização e capacitação profissional. O que é possível graças ao projeto: alguns representantes da Lephalale passaram por uma capacitação para se tornarem facilitadores de carreiras, tendo sido alocados em 30% do projeto, através do qual poderão colaborar como futuros parceiros.

Lephalale está localizada nas imediações da usina solar EGP RSA de Tom Burke, com capacidade de 66MW. O local, declarado um National Key Point em 2018, insere 122 GWh por ano na rede nacional e fornece eletricidade a 9 aldeias na província de Limpopo. 

 

"A EGP quer manter vivo o espírito dos meninos de 1976 através da promoção de iniciativas que visem o emprego juvenil. A criação de valor compartilhado é a filosofia do Grupo: a competitividade e sustentabilidade de uma empresa, e o bem-estar da comunidade onde atua estão intimamente conectados e são interdependentes."

– Lizeka Dlepu, Head of Community Relations and Sustainability da África do Sul

 

A Enel Green Power está à frente de uma extensa lista de projetos educacionais e profissionais para ajudar a África do Sul a formar seus futuros líderes. Começando com a EGP Academy sul-africanafocada em um programa educacional dedicado à formação de jovens e desempregados no setor de energia solar fotovoltaica. Ou ainda o Open Africa Power, programa de treinamento em escala continental concebido para criar uma nova geração de profissionais africanos no setor energético.

Na província de Cabo Oriental, a EGP lançou – em parceria com a ONG Soul Provider Trust – um projeto capaz de garantir refeições diárias a mais de 3500 crianças que estudam nas escolas locais. Com a construção do parque eólico de Gibson Bay, lançamos um plano para fornecer wi-fi gratuito às escolas da região.

Ainda na província de Limpopo, com a ONG Mothers2Mother, a EGP contribui para um programa de formação e prevenção dedicado a mães adolescentes e mulheres grávidas. 

 

Este site utiliza cookies analytics e de personalização, próprios e de terceiros, para enviar publicidade de acordo com suas preferências. Ao fechar este banner e navegar nesta página, ou ao clicar em um link ou continuar a navegação de qualquer outra forma, você estará concordando de forma livre, informada e inequívoca com a utilização de cookies. Caso queira obter mais informações ou negar a permissão de todos ou de alguns cookies, consulte nossa Política de Privacidade. Aceitar e fechar