• {{currentSearchSuggestions.title}}
  • {{currentSearchSuggestions.title}}
4 min.

RES4Africa e IRENA: O desenvolvimento de energias renováveis na África passa por Roma

A RES4Africa e IRENA assinaram uma carta de intenções em Roma para estreitar sua cooperação em prol do desenvolvimento das energias renováveis na África. A reunião também foi uma oportunidade para reafirmar a centralidade do Nexus água-energia-alimentos e apresentar a publicação "Africa's Future Counts".

{{ item.title }}
{{ item.content }}

Quanto a energia influi na vida de uma garota de qualquer cidade do mundo? E quão diferente seria sua existência se tivesse nascido e sido criada em uma pequena vila rural da África, onde aenergia chega aos trancos e barrancos, a água para beber e cozinhar é escassa e distante e o alimento um problema diário?

O nexo entre energia, água e alimento esteve no centro do debate no encontro realizado em 15 de julho em Roma, organizado pela RES4Africa e peloAfrica Centre for Climate and Sustainable Development (ACSD) , intitulado "Africa’s Future Counts: Renewables and the Water-Energy-Food Nexus", durante o qual destacou-se o papel das energias renováveis na relação e na solução destes três elementos tão fundamentais para a vida dos seres humanos.

O evento serviu como pano de fundo para a assinatura de uma carta de intenções entre a RES4Africa e aInternational Renewable Energy Agency (IRENA), através da qual reiterou-se a cooperação para acelerar o desenvolvimento das energias renováveis na África a fim de garantir um desenvolvimento sustentável conjugado aos objetivos climáticos globais.

 

"A prosperidade futura da África é inconcebível sem o acesso à energia renovável. A abordagem do nexo "Água-Energia-Alimento" nos fornece um contexto para novos modelos de negócios e parcerias que possam desobstruir os mercados e abrir uma via para o desenvolvimento sustentável."

– Antonio Cammisecra, Presidente da RES4Africa Foundation e CEO da Enel Green Power

 

A cooperação entre a RES4Africa Foundation e a IRENA permitirá estabelecer as bases para a construção de um ambiente favorável ao desenvolvimento das energias renováveis na África, tanto no campo da colaboração entre os setores público e privado, quanto na formação e no desenvolvimento das habilidades técnicas e administrativas dos futuros trabalhadores do setor.

Além isso, o desenvolvimento das energias renováveis na África também será um meio oportuno para facilitar o acesso às novas fontes de financiamento, de modo a criar novos modelos de investimento e de negócios bem-sucedidos.

 

"Parcerias mais fortes contribuem para o processo de transformação energética, permitindo a milhões de pessoas que vivem em aldeias rurais em toda a África escapar da pobreza energética e, ao mesmo tempo, usufruir do desenvolvimento socioeconômico."

– Francesco La Camera, Diretor Geral da IRENA

 

O futuro da África é o futuro do mundo

A África é um continente em franca ascensão sob todos os aspectos. Em 2030, por exemplo, a demanda energética será 70% maior em relação àquela de 2016, já a demanda por alimentos crescerá 60% e a de água, 283%.

Para atender às demandas futuras, é necessário que o primeiro passo desta longa jornada seja dado ainda hoje.

Para tanto, durante o evento, a publicação "Africa's Future Counts", de autoria da RES4Africa Foundation em colaboração com a Enel Foundation, foi apresentada com o objetivo de oferecer uma perspectiva inovadora para preencher a lacuna do acesso à energia na África por meio de fontes renováveis.

A publicação "Africa's Future Counts" sublinha a forte interdependência entre a água, o alimento e a energia, com as fontes renováveis que se convertem no fator habilitante para os demais elementos do Nexus, assumindo um real protagonismo para o desenvolvimento sustentável.

Além disso, a solução energética local orientada às fontes verdes terá um impacto positivo também a nível global. De fato, o uso generalizado de fontes renováveis na África ajudará a limitar as emissões e impedir o aquecimento global.
 

A Enel Green Power e a África

Na África, a Enel Green Power é uma das principais operadoras de energias renováveis e está ciente dos desafios que o continente enfrentará nos próximos anos.

Por esse motivo, concomitante ao desenvolvimento de novas usinas, a EGP protagoniza uma série de projetos que visam incentivar e acelerar a transição para fontes renováveis no continente, a exemplo da renewAfrica Initiative, uma ação inovadora para impulsionar o investimento privado europeu no setor das energias renováveis.

Lançado no último dia 4 de junho em Roma, a renewAfrica visa promover um diálogo de alto nível para desenvolver quadros normativos e políticas regulatórias favoráveis aos investimentos, bem como oferecer instrumentos de financiamento e de-risking (redução de riscos).

Não obstante, o objetivo da iniciativa é estimular a capacity-building e a knowledge-transfer para incentivar o desenvolvimento de projetos de longo prazo e fornecer apoio adequado no âmbito político e normativo, disponibilizando ferramentas apropriadas para todas as fases do projeto e todas as tecnologias para todos os países do continente, sem exceção.

Este site usa cookies analytics e de perfilamento, próprios e de terceiros, para enviar-lhe publicidade de acordo com as suas preferências. Se quiser saber mais ou optar por excluir todos ou alguns cookies, consulte a política de cookies. Aceite e feche