• {{currentSearchSuggestions.title}}
  • {{currentSearchSuggestions.title}}
3 min.

Espanha, o parque eólico Sierra Costera I é conectado à rede

O Sierra Costera I é o primeiro projeto eólico a entrar em serviço dentre os demais projetos atribuídos à Enel Green Power após o terceiro leilão de energia renovável do governo espanhol, realizado em maio de 2017.

{{ item.title }}
{{ item.content }}

A Enel Green Power conectou seu parque eólico Sierra Costera I à rede que, com uma capacidade de cerca de 50 MW, já é a maior usina do gênero na Comunidade de Aragão. A nova planta, situada entre as cidades de Mesquita de Jarque, Fuentes Calientes, Cañada Vellida e Rillo, na província de Teruel, exigiu investimentos de aproximadamente 45 milhões de euros.

Sierra Costera I é o primeiro parque eólico a entrar em serviço para a produção dos 540 MW de energia eólica atribuídos à EGP no leilão de energias renováveis, realizado pelo governo espanhol em maio de 2017.

O parque eólico vem se juntar aos 470 MW de capacidade eólica atualmente em construção nas Comunidades de Aragão, Castela e Leão, Andaluzia e Galícia, bem como aos 254 MW de capacidade solar atribuídos à EGP durante o terceiro leilão de energias renováveis, realizado em julho de 2017.

A construção de novas plantas sustentáveis exigirá um investimento total de mais de 800 milhões de euros até 2020, e aumentará a atual capacidade eólica e solar da Enel Green Power na Espanha em 52,4%.

A construção desta capacidade renovável responde à estratégia da Endesa para descarbonizar seu mix de geração energética, um processo cujo objetivo é atingir 8,4 GW de capacidade renovável instalada até 2021 – ante os atuais 6,5 GW – através de um investimento total de aproximadamente 2 bilhões de euros.

Sierra Costera I é composta por 14 turbinas e será capaz de gerar cerca de 141 GWh por ano, evitando a emissão anual de aproximadamente 93 mil toneladas de CO2 na atmosfera.

A construção do parque eólico baseou-se no "Canteiro de Obras Sustentável" da Enel Green Power, plano que prevê a instalação de painéis solares fotovoltaicos nas obras para cobrir parte da demanda energética. Outras medidas para a economia de água também foram implementadas por meio da instalação de reservatórios hídricos e sistemas de coleta de água da chuva. Após a conclusão das obras, tanto os painéis fotovoltaicos quanto os equipamentos utilizados na economia de água serão doados às comunidades locais.

Alinhada ao modelo de criação do valor compartilhado (CSV) adotado pela Enel Green Power, que visa aliar o desenvolvimento de seus negócios às necessidades das comunidades locais, a empresa realizou projetos de sustentabilidade destinados à geração de emprego em diversos setores envolvidos, tais como construção, transporte e alimentação; promoveu cursos de formação em energia renovável para a comunidade local e renovou a iluminação pública com a instalação de lâmpadas LED.

Este site usa cookies analytics e de perfilamento, próprios e de terceiros, para enviar-lhe publicidade de acordo com as suas preferências. Se quiser saber mais ou optar por excluir todos ou alguns cookies, consulte a política de cookies. Aceite e feche