• {{currentSearchSuggestions.title}}
  • {{currentSearchSuggestions.title}}

Sistemas de armazenamento com baterias de lítio

A queda nos preços na última década permitiu que as baterias de lítio se espalhassem amplamente nos sistemas de armazenamento.

{{ item.title }}
{{ item.content }}

A maioria dos sistemas de armazenamento atualmente em operação no mundo usa baterias de lítio. O universo das baterias de lítio é baseado em um grupo variado de tecnologias, no qual o fio comum para acumular energia é o uso de íons de lítio, partículas com carga positiva livre que podem reagir facilmente com outros elementos.
 

Funcionamento e características

O processo de carregamento e descarregamento das baterias de lítio, cuja estrutura é composta por um eletrodo positivo (cátodo de lítio) e um eletrodo negativo (constituído por um ânodo de carbono), é realizada através de reações químicas que permitem acumular e devolver a energia, neste caso gerada por instalações de energias renováveis. As baterias de lítio possuem características tecnológicas muito interessantes para aplicações energéticas, incluindo sua modularidade, alto densidade de energia e alta eficiência de carregamento e descarregamento, que pode exceder 90% no nível do módulo individual.

A tecnologia baseada em níquel, manganês e cobalto (NMC) sofreu uma verdadeira revolução nos últimos anos, no que se refere ao aumento da produção e queda nos preços, que, segundo dados da Bloomberg, caíram cerca de 85% de 2010 a 2018.
 

O futuro do lítio

Devido a questões sócio-políticas, a dificuldade de obtenção alguns materiais, principalmente o cobalto, está levando os pesquisadores a testar soluções inovadoras, nas quais a porcentagem de cobalto é sempre menor, ou na qual o lítio pode trabalhar em combinação com outros elementos mais fáceis de ser encontrados, como o silício ou mesmo o oxigênio.

Além disso, há uma atenção cada vez maior quanto à gestão de fim de vida, por meio de estudos de processos que permitem "fechar" o ciclo de produção, aprimorando a reciclagem dos materiais mais importantes. Segundo dados da Global Battery Alliance, 11 milhões de toneladas de baterias de íon-lítio chegarão ao fim da sua vida útil até 2030. Várias possibilidades de reutilização de baterias de lítio (por exemplo, de veículos elétricos) estão sendo estudadas, para uma possível integração nos sistemas de armazenamento de instalações de energias renováveis ou prestação de serviços à rede elétrica, criando assim um processo virtuoso de economia circular.

Sistemas de armazenamento com baterias de fluxo

As baterias de fluxo são uma das soluções mais adequadas para o futuro dos sistemas de armazenamento vinculados a fontes de energias renováveis.

Saiba mais

Além do lítio: o armazenamento do futuro

Pensar no futuro diariamente é uma obrigação para os sistemas de armazenamento. Do ar comprimido à energia térmica: todas as tecnologias para sistemas de armazenamento nos próximos anos.

Saiba mais
Este site usa cookies analytics e de perfilamento, próprios e de terceiros, para enviar-lhe publicidade de acordo com as suas preferências. Se quiser saber mais ou optar por excluir todos ou alguns cookies, consulte a política de cookies. Aceite e feche