• {{currentSearchSuggestions.title}}
  • {{currentSearchSuggestions.title}}

A EGP e o modelo BSO: o caso do México

Paolo Romanacci, Area Manager para o México e a América Central, explica como o modelo BSO foi aplicado no México e quais são os resultados esperados para o futuro.

{{ item.title }}
{{ item.content }}

Construir, vender e gerenciar. É esse o significado da sigla BSO, o modelo de negócios que a Enel anunciou pretender seguir para o crescimento industrial do Grupo. Lançado durante a apresentação do Plano Estratégico 2017-2019, o “BSO” é considerado um instrumento com menor intensidade de capital que permitirá alcançar os objetivos do plano utilizando menos dinheiro. O último exemplo de sua aplicação foi no México, onde a EGP vendeu 80% do capital social de uma série de usinas de energias renováveis por um valor equivalente a 1,35 bilhão de dólares. Para compreender melhor como esse modelo funciona e suas implicações futuras, entrevistamos Paolo Romanacci, o Area Manager para o México e a América Central.

 

A Enel continua a implementação do modelo BSO anunciado no Plano Estratégico 2017-2019. O que é e quais são as implicações para os negócios?
 

O modelo BSO (sigla que significa “Build, Sell and Operate”) no setor de energias renováveis consiste na venda de ativos para gerar receitas. Em outras palavras, a EGP vende ações das suas usinas, mas continua, ao mesmo tempo, responsável pelo seu funcionamento e gestão operacional. Este modelo permite aumentar o enorme potencial de desenvolvimento dos negócios no setor das energias renováveis. Apesar da redução da participação nessas usinas, pelo menos a curto prazo, a EGP continua responsável pela sua construção, gestão e administração. Dessa forma, é gerado um fluxo constante de dinheiro enquanto duram os respectivos contratos de fornecimento de energia (PPAs).

 

Como este modelo foi aplicado no México e quais são os objetivos desta operação?
 

No México, foi criada uma nova empresa denominada Holdco que detém todo o capital de oito empresas: Amistad, Villanueva (I e III), Don José, Salitrillos, Altiplano, Dominica e Palo Alto. A Enel Green Power tem uma participação de 20% na Holdco. 

Com esta operação, apesar da redução da capacidade instalada de nossa propriedade, aumenta a capacidade administrada, alimentando o nosso plano de crescimento no México.

O México é um país-chave para o Grupo, e por isso queremos continuar crescendo nessa área no futuro. O acordo prevê que, a partir de 1º de janeiro de 2020, a EGP poderá incluir outros projetos na Holdco e recuperar sua posição de acionista majoritário.

 

Quem são os compradores?
 

São dois fundos de investimento, um do Canadá, outro do México. Trata-se da Caisse de Dépôt et Placement du Québec, um dos maiores gestores de fundos de pensão da América do Norte, e da CKD Infrastructure Mexico, o veículo de investimento dos principais fundos de pensão mexicanos. Esta operação permite integrar o desenvolvimento industrial da EGP, assim como a concepção, construção, manutenção e gestão comercial, com a capacidade de investimento a longo prazo da CPDQ e a CKD.
 

Qual é o futuro da Enel Green Power no México?
 

A EGP continuará a ser a principal operadora de energia renovável do país e administrará, mesmo a longo prazo, as usinas que passaram a ser controladas pela Holdco. Também irá concluir a construção de projetos ainda não finalizados.

Além disso, a EGP manterá o controle direto das usinas não incluídas nesta operação. Estamos falando dos parques eólicos de Stipa Nayaá, Zopiloapan e Sudeste, das usinas hidrelétricas de El Gallo, Chilatan e Trojes e do parque solar COP16.

Este modelo permitirá que a EGP continue a explorar as oportunidades de crescimento do mercado mexicano, quer através da participação em leilões para a construção de novos parques solares ou fotovoltaicos, quer através de novos projetos para o aumento das energias renováveis.

Este site usa cookies analytics e de perfilamento, próprios e de terceiros, para enviar-lhe publicidade de acordo com as suas preferências. Se quiser saber mais ou optar por excluir todos ou alguns cookies, consulte a política de cookies. Aceite e feche