• {{currentSearchSuggestions.title}}
  • {{currentSearchSuggestions.title}}
{{navigationCta.name}}
5 min.

No Quênia, EGP e RES4Africa comemoram um ano de futuro sustentável

Nossa Micro-Grid Academy completa um ano e está confirmada para 2019. A iniciativa promovida pela RES4Africa – da qual a Enel Green Power é uma das fundadoras – em parceria com empresas, universidades e ONGs locais, visa treinar jovens africanos na concepção, gestão e manutenção de minirredes alimentadas por fontes renováveis.

{{ item.title }}
{{ item.content }}

Formar jovens africanos, proporcionando a eles habilidades administrativas, técnicas e práticas para construir e gerir microrredes que garantam o acesso estável à energia renovável para as comunidades da zona rural.

Foi com esse objetivo que, há um ano, através de uma iniciativa com a RES4Africa, e em parceria com a Kenya Power Lighting Company (KPLC)Fundação AVSIStrathmore University e o centro de formação técnica de St. Kizito VTI, lançamos o Micro-Grid Academy, cuja presente edição começou no dia 15 de janeiro e se encerrará com a Cerimônia de Formatura no dia 24 de janeiro.

Trata-se de uma plataforma regional com sede em Nairobi, Quênia, que oferece formação teórica e prática sobre o acesso à energia e soluções descentralizadas para o uso das energias renováveis a jovens técnicos, empreendedores e engenheiros.

Graças à colaboração com o Massachusetts Institute of Technology (MIT)a Columbia University, a Sapienza Università di Roma, a UN Environment, a UN Habitate a UNIDO, o Micro-Grid Academy capacitou 150 alunos provenientes de vários países da África Oriental durante seus quatro módulos.

No quinto módulo, 40 alunos foram selecionados para participar de aulas teóricas sobre operação e manutenção das Micro Grid Technologies, graças à utilização de dispositivos e software específicos, com a oportunidade de visitar algumas aldeias alimentadas por minirredes, tais como as de Talek e Kitonyoni, no Quênia. Somam-se aos 40 participantes selecionados os estudantes do projeto Field Study Abroad.

Na edição deste ano, a Academy traz uma série de novidades: em primeiro lugar, a criação de uma inovadora minirrede híbrida para a formação prática.

 

A sustentabilidade entre os bancos da escola

curso piloto foi ministrado em janeiro de 2018, já em abril teve início o segundo módulo, que contou com 20 mulheres – entre os 40 participantes – selecionadas pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) no âmbito do Africa Women Energy Entrepreneurs Framework (AWEEF), uma plataforma que habilita mulheres empreendedoras como principais stakeholders através da cadeia de valor da energia.

Em julho foi realizado o primeiro Design Thinking Workshop, que contou com a presença de 18 participantes, incluindo acadêmicos selecionados através do Open Africa Power, representantes da Africa Minigrid Developers Association (AMDA) e das ONGs Energy 4 Impact e Hand in Hand, além de consultores, engenheiros, empreendedores, técnicos de vilarejos, instrutores e especialistas, todos eles interessados em aprender e ensinar na Micro-Grid Academy.

A iniciativa permitiu incrementar o programa didático da escola que ensina jovens africanos a construir microrredes, de modo a fornecer energia a residências, escolas e centros de saúde de sua aldeia, bem como a atividades empresariais locais, dando forma a um novo futuro para as comunidades rurais da África.

No mês de novembro em Lusaka, Zâmbia, foi realizada a primeira sessão itinerante do MGA on tour, contando com a participação de mais de 100 pessoas que tiveram a oportunidade de visitar um sistema fotovoltaico de 20 kWp.

O Workshop também recebeu apoio da University of Zambia no lançamento do Solar Energy Centre, um programa para a formação de técnicos locais. 

 

"Os alunos vivenciaram diretamente os diversos aspectos relativos à implementação de uma minirrede: desde atividades de planejamento e desenvolvimento até a operação e manutenção das unidades."

– Prof. Andrea Micangeli, Coordenadora Educacional da Micro-Grid Academy

{{ item.title }}
{{ item.content }}

Um novo futuro para a África

Os cursos da Micro-Grid Academy apresentam uma resposta concreta a alguns dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (Sustainable Development Goals – SDGs) das Nações Unidas, uma vez que o acesso à energia impacta positivamente os serviços de saúde e educação, bem como a emancipação das mulheres, a redução das mudanças climáticas, a segurança energética e a produção confiável de água e alimento. 

 

"A Micro-Grid Academy visa melhorar o acesso à energia nas comunidades rurais, promovendo o empreendedorismo local e a geração de empregos."

– Marco Aresti, responsável pelo programa Access2Energy da RES4Africa

 

A RES4Africa e a Enel Green Power também trabalham em parceria com a LEDsafari, startup suíça que desenvolve produtos digitais inovadores para ajudar empresas e organizações do setor solar a gerir suas equipes e recursos, disponibilizando o acesso à plataforma de e-learning aos alunos da MGA, a fim de que possam continuar sua formação à distância.

Em seu primeiro ano de vida, a Micro-Grid Academy já deu alguns passos importantes para criar uma geração de jovens africanos capazes de construir seu futuro.

Seguindo sua missão de combinar habilidades administrativas e técnicas com treinamento prático, iremos formar pelo menos 300 alunos por ano, ou seja, os futuros protagonistas do setor energético africano.

Este site utiliza cookies analytics e de personalização, próprios e de terceiros, para enviar publicidade de acordo com suas preferências. Ao fechar este banner e navegar nesta página, ou ao clicar em um link ou continuar a navegação de qualquer outra forma, você estará concordando de forma livre, informada e inequívoca com a utilização de cookies. Caso queira obter mais informações ou negar a permissão de todos ou de alguns cookies, consulte nossa Política de Privacidade. Aceitar e fechar