{{ currentSearchSuggestions.title }}

{{ currentMenugamenu.label }}

{{ currentMenugamenu.desc }}

{{ currentMenugamenu.cta }}

{{ currentSubMenugamenu.label }}

{{ currentSubMenugamenu.desc }}

{{ currentSubMenugamenu.numbers.title }}

{{ number.value }} {{ number.label }}

Parque eólico Sa Turrina Manna, Itália

Parque eólico Sa Turrina Manna, Itália

Em operação

{{item.label}}
{{ item.title }}
{{ item.content }}
O parque

Parque eólico Sa Turrina Manna

O parque eólico Sa Turrina Manna – composto das centrais Tula 1 e Tula 2 – ergue-se a uma altura de quase 700 metros sobre o monte “La Sarra”, situado no planalto entre Tula e Erula, na Sardenha. Composto de 68 turbinas eólicas, possui uma potência total de cerca de 84 MW e atende às necessidades de mais de 66.000 famílias italianas.

icon

Tecnologia

Eólica

icon

Status

Em operação

icon

Capacidade operacional

84 MW

icon
PC

Produção de energia

160 GWh

icon

Emissões de CO2 evitadas

Mais de 82.000 toneladas por ano

icon

Demanda energética

Mais de 66.000 residências por ano

{{item.label}}
{{ item.title }}
{{ item.content }}
Linha do tempo

Marcos

Impacto na comunidade

Graças à presença do parque eólico, a prefeitura de Tula pôde melhorar suas políticas sociais, aumentando os serviços oferecidos à comunidade e elevando a qualidade dos serviços já existentes. No âmbito educativo, foram realizadas várias iniciativas para apoiar as famílias da região, como programas para a diminuição do precoce abandono escolar, reembolso total das despesas de transporte para as escolas de ensino médio das cidades vizinhas, bolsas de estudo e serviços para a inclusão dos estudantes com deficiência.

Do ponto de vista econômico e ambiental, a tecnologia se une à proteção do território: o parque é zona de pastagem para ovelhas, e abriga várias colmeias para a apicultura. Além da geração de renda para os apicultores, o parque oferece um espaço de proteção às abelhas, uma prática importante para garantir a continuidade da produção de mel, mas principalmente para salvaguardar essa espécie – em risco por causa das mudanças climáticas e do uso de pesticidas – que desempenha um papel crucial nas nossas vidas: as abelhas são responsáveis por cerca de 70% da polinização de todas as espécies vegetais, e garantem cerca de 35% da produção global de alimentos. Projetos similares são hospedados pela Enel Green Power em outros parques ao redor do mundo, desde os Estados Unidos, passando pela Espanha até a Grécia.

Uma vitória dupla: para o ambiente e para o território

No âmbito do projeto europeu WinWind ( Winning Social Acceptance for Wind Energy in Wind Energy Scarce Regions – Ganhando Aceitação Social em Regiões de Energia Eólica Escassa), financiado pelo Programa Horizon 2020 da União Europeia, a ENEA (Agência Nacional em prol das novas tecnologias, da energia e do desenvolvimento econômico sustentável) e a sociedade Ecoazioni (ambas parceiras do projeto) organizaram, em 2019, um Learning Lab na prefeitura de Tula. O objetivo foi o de incorporar boas práticas selecionadas em nível europeu para construir cenários estratégicos e ideias para a sua aplicação nos territórios, através da contribuição e da participação das comunidades locais. A “best practice” escolhida para a região da Sardenha foi representada justamente pelo parque eólico de Sa Turrina Manna, onde, segundo os organizadores, foram adotados “cortes fiscais e engajamento paisagístico”.

O futuro green da Sardenha

A energia renovável do parque de Sa Turrina Manna contribui com suas energias renováveis para o processo de descarbonização da ilha italiana. A abundância de recursos naturais do território faz de vento, sol e água os aliados perfeitos para pensar em uma Sardenha completamente green daqui até 2030, de acordo com a estratégia do Grupo Enel.

Contatos

Itália

Business development

Conteúdos relativos