• {{currentSearchSuggestions.title}}
  • {{currentSearchSuggestions.title}}

Kafireas: a espinha dorsal que sustenta a transição energética grega

3 min.

Kafireas: a espinha dorsal que sustenta a transição energética grega

Uma vez apagadas as luzes da cerimônia de inauguração, refaremos as etapas de um projeto complexo que desempenhará um papel fundamental no plano de transição energética da Grécia. Nós iremos levar você à ilha de Evia para aprender mais sobre a história de Kafireas.

{{ item.title }}
{{ item.content }}

Como todas as grandes obras, também a de Kafireas simboliza uma história repleta de obstáculos e coragem, imprevistos e intuições, habilidade e resiliência. Uma história que para nós é exemplar, um testemunho claro desse modus único, sustentável e comprometido com o que a Enel Green Power realiza seus projetos no mundo, o símbolo de um renovado empenho na transição energética grega.

O exemplo de Kafireas representa mais uma aposta ganha para todo o Grupo Enel, como mostra a Odisseia que encaramos para conectar 154 MW de energia eólica à rede.

 

Kafireas, uma história de 10 anos de coragem

Chegamos à Grécia em 2008 demonstrando desde o início um genuíno interesse no país, berço da civilização ocidental e completamente confiantes em seu potencial de crescimento e desenvolvimento. A história de Kafireas começa aqui, nos primórdios de nossas operações no país e da primeira internacionalização, atravessando os anos sombrios da crise econômica que assolou o país e congelou investimentos e esperanças. Mesmo quando as condições eram incontestavelmente adversas, permanecemos e nos mantivemos atados ao que a mitologia grega se refere como Elpis, ou seja, a personificação do espírito da esperança.  E assim continuamos a investir e a construir usinas solares e eólicas, permitindo ao país iniciar sua reestruturação a partir de um plano de energia dotado de todos os pré-requisitos para acelerar a transição energética grega.

Foram necessários oito anos para obter todas as licenças necessárias e poder dar início às obras. Vencida esta etapa, em 2017 celebramos a instalação da pedra fundamental, não obstante, fomos obrigados a interromper nosso trabalho por 5 meses. Somente em janeiro de 2018, por meio de uma decisão judicial, conseguimos o aval para o reinício das obras.

Mas dali em diante nos deparamos com diversos obstáculos, uma vez que a instabilidade política do país criou um clima de incerteza regulatória com procedimentos de autorização que mudavam constantemente. Foi somente com muito empenho, obstinação e a criatividade do nosso pessoal que conseguimos encontrar uma solução para todos os problemas.

Superados os aspectos burocráticos, tivemos de encarar o desafio tecnológico, ou seja, a conexão entre a ilha de Evia e o continente Ática. Em Kafireas, além da instalação de 67 turbinas eólicas e duas subestações de alta tensão, era imprescindível ainda a instalação de 500 km de fiação de média e alta tensão, 45 deles por via submarina e 23 por via aérea. Um veículo subaquático controlado remotamente executava as operações de cabeamento submarino, ao passo que a instalação aérea demandou a utilização de drones.

 

"Com 7 parques eólicos, Kafireas é hoje uma grande aliada da Grécia no cumprimento de suas metas de descarbonização estabelecidas até 2028, e graças a uma capacidade de geração de cerca de 480 GWh por ano, poderá satisfazer a demanda energética de 130 mil famílias e reduzir 315 mil toneladas de CO2 por ano, o equivalente às emissões de quase 67 mil carros. Isto representa um marco na transição energética grega."

– Antonio Cammisecra, CEO da Enel Green Power

 

Processos tecnologicamente avançados também exigiram um compromisso maior com o gerenciamento dos protocolos de segurança. O trabalho rigoroso de Health&Safety fez com que superássemos um milhão e meio de horas de trabalho sem nenhum acidente. Um resultado que nos orgulha mais do que qualquer outro.

 

O templo da Sustentabilidade

A construção de Kafireas é um exemplo perfeito da aplicação do modelo "Canteiro de Obras Sustentável": a começar pela redução das emissões de CO2 graças à reciclagem/reutilização de resíduos e materiais utilizados.

Os painéis fotovoltaicos instalados provisoriamente atenderam a maior parte das necessidades energéticas do canteiro de obras, ao passo que 50 toneladas de materiais de construção foram reciclados. Mais de 10 toneladas de paletes de madeira foram doados e reutilizados pelas comunidades locais. As 550 mil toneladas de produtos oriundos da escavação foram descartados conforme os mais avançados requisitos ambientais.  

A validade dos processos implantados em Kafireas rendeu à Enel Green Power sua inclusão no rol de empresas selecionadas no mercado grego para a primeira edição doAnuário de Desempenho em Sustentabilidade, uma iniciativa criada pela Net Quality Foundation.

 

"O foco de todo investimento é a sustentabilidade. E ser sustentável significa contribuir especificamente ao desenvolvimento socioeconômico das áreas onde atuamos. Isso significa estabelecer relacionamentos positivos e de longo prazo com as comunidades locais."

– Aristotelis Chantavas – Head of Europe Area, EGP

 

O diálogo como fonte de valor compartilhado

O contato e o diálogo com a população local não foram fáceis. Mas no fim das contas conseguimos superar a oposição e a desconfiança de alguns segmentos da população, estabelecendo um diálogo aberto e uma estreita colaboração. Juntos, realizamos projetos concretos para a criação de valor compartilhado, com o devido respeito ao meio ambiente e às especificidades territoriais da ilha de Evia.

Durante a instalação dos cabos submarinos, por exemplo, levamos a bordo alguns biólogos que acompanharam as atividades subaquáticas por 5 meses – e de perto – para garantir que os trabalhos não perturbassem de forma alguma as espécies típicas da região.

Também contribuímos para o processo de reflorestamento em três áreas diferentes – mais de 100 hectares no total, incluindo o castanheiro secular de Kastanologgos. Trabalhamos ao lado de pastores e apicultores locais na proteção do ecossistema e da biodiversidade.

Isto por que, além da criação de energia renovável, nos comprometemos todos os dias com os territórios onde operamos para transformá-los em templos de sustentabilidade.

Conteúdo relacionado

Este site usa cookies analytics e de perfilamento, próprios e de terceiros, para enviar-lhe publicidade de acordo com as suas preferências. Se quiser saber mais ou optar por excluir todos ou alguns cookies, consulte a política de cookies. Aceite e feche