• {{currentSearchSuggestions.title}}
  • {{currentSearchSuggestions.title}}

O fabricante das bolachas Oreo, Mondelēz International adquire energia solar para sua indústria

3 min.

O fabricante das bolachas Oreo, Mondelēz International adquire energia solar para sua indústria

A Mondelēz International firmou um contrato de Power Purchase Agreement com a Enel Green Power para a aquisição de 65 MW de energia solar provenientes de Roadrunner, a nossa usina no Texas.

{{ item.title }}
{{ item.content }}

Quando bate aquele desejo incontrolável de comer algo doce ou salgado, seja ele uma barra Milka ou um chips Cipster, você nunca pensa nos ingredientes ou no processo de produção, certo? O que importa é aquela agradável satisfação imediata!

Ao mesmo tempo, no entanto, se considerarmos a quantidade produzida que, no caso das bolachas Oreo, é de 40 bilhões de unidades por ano, a discussão sobre os métodos de produção e a energia empregada neste processo suscita um interesse e assume grande relevância. 

Independentemente das preferências individuais por um snack doce ou salgado, a Mondelēz International, multinacional de alimentos baseada em Chicago, empenha-se em produzir cada snack da maneira mais correta possível. Em outras palavras, a partir de agora você vai perceber o doce sabor da sustentabilidadea cada mordida.

Temos o orgulho de ajudar a Mondelēz em uma verdadeira missão, ou seja, fornecer ao público em geral produtos saborosos e, ao mesmo tempo, respeitar o meio ambiente. Traduzindo em números, a Mondelēz aponta para uma redução de suas emissões totais de CO2 em 15% até 2020, evitando assim uma remessa de aproximadamente 240 mil toneladas de dióxido de carbono a cada ano e, para isso, dependerá da energia renovável fornecida pela Enel Green Power.  

No passado, a empresa já investia em políticas ambientais, incluindo sistemas de energia solar instalados em três fábricas francesas, bem como o abastecimento elétrico alimentado 100% por fontes renováveis na Tailândia e em todas as suas fábricas nas Filipinas.

Nos Estados Unidos, esse compromisso vai além, especialmente considerando o impacto que ele irá gerar em todo o segmento da indústria de alimentos e confeitaria. Em 2018, somente o setor de snacks comprou 362 MW de energia renovável, portanto, o investimento de 65 MW da Mondelēz representa um aumento de quase 18% do total, tudo isso considerando que tal aquisição se deu através de um único PPA firmado por uma só empresa!


Mondelēz – EGP: um acordo energizante

Dando sequência ao nosso compromisso na construção de um futuro totalmente baseado em energias renováveis, convencer grandes players corporativos a optar por fontes renováveis a fim de impulsionar seus negócios se torna um passo decisivo para alcançar este objetivo. E é justamente este o caminho que a Mondelēz International tem percorrido graças à nossa usina solar de Roadrunner no Texas.

A aquisição de 65 MW de energia renovável evitará a emissão de mais de 80 mil toneladas de dióxido de carbono na atmosfera, além de representar a mais importante parceria na área de energias renováveis já assinada pela Mondelēz ao nível global. Para que se tenha uma ideia da magnitude do que está em jogo, com essa energia renovável disponível, mais de 50% de todos os biscoitos Oreo consumidos nos Estados Unidos a cada ano terão zero emissão: estamos falando de mais de 10 bilhões de Oreos!

 

"Este acordo demonstra nosso compromisso na redução das emissões de dióxido de carbono geradas por nossas atividades produtivas no mundo, com um foco especial na América do Norte. Aliado ao nosso compromisso mais amplo de erradicar o desmatamento, esse conjunto de ações constitui um elemento fundamental da nossa estratégia para a criação não apenas de snacks sustentáveis, mas também de um futuro sustentável."

– Glen Walter, Vice-Presidente Executivo e Presidente da Mondelēz International da América do Norte

 

Para um estado grande quanto o Texas, uma grande usina de energia solar

Demos início à construção do parque solar de Roadrunner em março de 2019 e a primeira fase do projeto prevê o início das operações até o final do ano para gerar 252 MW de energia renovável. A conclusão da segunda fase, prevista para o final de 2020, fará com que a usina a produza até 497 MW.

Devido ao seu tamanho e capacidade, a planta será a nossa maior usina de energia solar em território estadunidense, além de ser a segunda maior usina solar do Texas em potência instalada: um resultado impressionante considerando os extraordinários níveis de irradiação solar no estado. A cada ano, o projeto Roadrunner evitará a emissão de 800 mil toneladas de CO2 na atmosfera. Graças ao PPA firmado com a Mondelēz, a energia renovável produzida pela EGP será um fator determinante na produção de snacks mais sustentáveis.

À medida que avançamos rumo a um futuro cada vez mais renovável, torna-se essencial ter parceiros como a Mondelēz International na qualidade de subscritora de um PPA. Estes acordos de grande envergadura influenciam o portfólio energético de grandes indústrias a favor das fontes renováveis, preparando um caminho para a construção de um futuro de zero emissões.

Conteúdo relacionado

Este site usa cookies analytics e de perfilamento, próprios e de terceiros, para enviar-lhe publicidade de acordo com as suas preferências. Se quiser saber mais ou optar por excluir todos ou alguns cookies, consulte a política de cookies. Aceite e feche