• {{currentSearchSuggestions.title}}
  • {{currentSearchSuggestions.title}}

Repovoamento da arara-azul-de-lear no Brasil: contribuição para a biodiversidade e o desenvolvimento sustentável

No Brasil, perto do parque eólico de Delfina, na Bahia, a Enel Green Power iniciou um projeto de repovoamento da arara-azul-de-lear, uma espécie rara de arara ameaçada de extinção. Mais uma confirmação do nosso compromisso com a biodiversidade.

{{ item.title }}
{{ item.content }}

A arara-azul-de-lear é um dos tesouros da Caatinga, o maior bioma do interior da Bahia.   

Com sua característica plumagem azul metálica com tons de verdes, este pássaro raro típico da Caatinga é uma espécie ameaçada de extinção. Apenas duas aves sobrevivem isoladas na região do Boqueirão da Onça, a cerca de 230 km de distância do Raso da Catarina, onde se concentra a grande maioria dos indivíduos.

Hoje, graças a um projeto da Enel Green Power Brasil e Uruguai implementado pela equipe de Disciplina Ambiental e que já dura três anos, as araras-azul-de-lear poderão voltar a voar em grande número na caatinga.

 

O Repovoamento da arara-azul-de-lear no Brasil

Do outro lado do Atlântico, na ilha espanhola de Tenerife, a Enel Green Power adquiriu seis exemplares de arara-azul-de-lear que irão repovoar a floresta na região do Boqueirão da Onça, não distante do parque eólico da EGP de Delfina, na Bahia.

As araras-azul-de-lear criadas em cativeiro serão libertadas após um período de adaptação ao novo ambiente e serão constantemente monitoradas usando um sistema inovador de rastreamento por GPS.

O uso de sistemas de posicionamento por satélite permitirá compreender seus hábitos, difusão, rotas de voo e locais de alimentação, descanso ou reprodução.

Dessa forma, também será possível obter conhecimentos importantes sobre os novos exemplares, essenciais para favorecer o repovoamento da região, onde a arara-azul-de-lear era considerada uma espécie tecnicamente extinta, com apenas duas aves vivas.

 

A Enel Green Power contribuindo para a biodiversidade

Contribuir para a biodiversidade é um dos pilares do modelo de negócios da Enel Green Power, em linha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU.

A proteção da biodiversidade, em particular, está prevista no ODS 15, que também prevê a proteção das superfícies florestais e vegetais.

 

“O programa de repovoamento da arara-azul-de-lear foi realizado de acordo com o programa de biodiversidade da Enel, que define nosso compromisso para criar medidas para proteger o meio ambiente da melhor maneira e, se necessário, recuperar os ecossistemas. Como por exemplo promover o repovoamento das espécies ameaçadas de extinção na área de atuação da empresa.”
– Valeria Ladeira – Disciplina Ambiental Brasil e Uruguai

 

A proteção da arara-azul-de-lear era também uma das condições para a instalação do parque eólico de Delfina, que previam a identificação das áreas críticas de refúgio e alimentação dessa ave.

Mas principalmente, a recuperação da arara-azul-de-lear é uma vantagem para toda a região ao redor do parque eólico de Delfina e mais uma confirmação do compromisso da EGP com o meio ambiente e a conservação da biodiversidade. 

Este site usa cookies analytics e de perfilamento, próprios e de terceiros, para enviar-lhe publicidade de acordo com as suas preferências. Se quiser saber mais ou optar por excluir todos ou alguns cookies, consulte a política de cookies. Aceite e feche