• {{currentSearchSuggestions.title}}
  • {{currentSearchSuggestions.title}}
{{navigationCta.name}}

Energia hidráulica

Existe uma ligação entre o moinho do século XVIII em Cromford na Inglaterra, e a barragem das Três Gargantas na China. Embora aparentemente não tenham nada em comum, são duas expressões da mesma capacidade: a capacidade do homem de extrair energia do ouro azul, a água.

O que é energia hidrelétrica

Todo o poder da água

A água é uma das fontes mais antigas de energia usadas pelo homem: é fundamental para viver, produzir alimentos, para a higiene. Mas a água também é a base de um dos tipos mais comuns de energia renovável: a energia hidrelétrica. De acordo com os dados do relatório de 2019 da Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA), a energia total das usinas hidrelétricas no mundo é igual a 1.172 GW: aproximadamente 50% do total das fontes renováveis.

Embora seja a energia mais antiga entre as renováveis, ao longo dos anos a inovação contínua tornou as usinas hidrelétricas cada vez mais eficientes. Graças às tecnologias atuais, é possível transformar cerca de 90% da energia da água em eletricidade, uma porcentagem quase três vezes superior ao nível de eficiência das fontes convencionais. 

Baixo impacto ambiental e alta eficiência são dois dos fatores que contribuem para um excelente rendimento final: entre as maiores usinas renováveis do mundo, as cinco principais são alimentadas pela energia da água. 

A história da energia hidrelétrica

Água e energia, uma história de mais de dois mil anos

As primeiras rodas d'água

Já um século antes de Cristo, em Alexandria, no Egito, as engrenagens das rodas d'água movidas pelos rios moviam as pedras de moagem. A roda d'água é um amplificador de energia, uma tecnologia simples, mas poderosa, que permite tirar proveito do poder da água corrente e extrair energia dela.

Energia para muitos usos

No século 9, a força motriz da água ajuda o homem a realizar trabalhos muito diferentes: curtir peles, preparar malte para cerveja, moer de azeitonas, açúcar e de pigmentos para tintura.

A era dos moinhos

Na Idade Média, dois tipos de moinhos foram usados. Um pode ser acionado por uma roda d'água disposta horizontalmente, chamada de "roda palmada", o outro é movido por uma roda d'água disposta verticalmente, chamada de "vitruviano".

A água encontra a indústria

OCromford Mill na Inglaterra é a primeira máquina de fiação industrial a usar o poder da água e contribui decisivamente para a expansão da produção e do comércio no Império Britânico. 

A turbina Francis

Passamos da roda para a turbina hidráulica, capaz de transformar a energia cinética da água em movimento em energia mecânica, que mais tarde pode ser convertida em energia elétrica. É inventada por James B. Francis, engenheiro inglês. A turbina que leva seu nome foi a mais utilizada em usinas hidrelétricas. 

A invenção do dínamo

Antonio Pacinotti inventa o dínamo, máquina que transforma energia mecânica em eletricidade de corrente contínua. No entanto, ele não conseguiu patentear sua invenção e, em 1869, a Zenobe Gramme registrou uma máquina na qual o anel Pacinotti era o componente fundamental. 

O avanço de Edison

Na Exposição Internacional de Eletricidade em Paris, Thomas Edison apresenta o “Sistema Edison”, equipamento destinado à produção centralizada de eletricidade para iluminação por corrente contínua. 

A primeira usina hidrelétrica

A primeira usina hidrelétrica nasce nos Estados Unidos, em Appleton, Wisconsin. 

Luzes no Teatro Scala

Giuseppe Colombo, engenheiro e promotor do progresso industrial, consegue inaugurar a primeira usina continental da Europa em Milão com “Sistema Edison". O teste de iluminação também envolve o Teatro alla Scala, até então iluminado por gás, com muitos problemas para ambientes internos. 

Corrente alternada

Galileo Ferraris propõe o primeiro exemplo de motor e gerador de corrente alternada para uso industrial. A corrente alternada é mais confiável e permite reduzir as perdas de energia em longas distâncias. 

A água ilumina Roma

Começa a operar na Itália a usina hidrelétrica de Acquoria no Tivoli. Tem o mérito de transportar a energia produzida na primeira linha de corrente alternada do mundo. E de iluminar a cidade eterna: Roma. 

Uma nova ideia, a turbina Kaplan

O professor austríaco Viktor Kaplan inventa a turbina que leva seu nome. A turbina é capaz de fazer o melhor uso possível de pequenas diferenças de altura, no máximo algumas dezenas de metros, enquanto administra grandes fluxos de água ao mesmo tempo.

Recorde nos EUA

Nos Estados Unidos, a enorme Barragem Hoover, que fica nas águas do rio Colorado, é a maior usina hidrelétrica do mundo, capaz de gerar 1.345 MW de energia (posteriormente passou a 2.080 MW). A capacidade da planta foi ultrapassada alguns anos depois pela Barragem Grand Coulee, no rio Columbia.  

A Itália no teto da Europa

É construída a usina hidrelétrica de Belluno, que, uma vez concluída, torna-se a maior da Europa. 

A toda velocidade

O setor hidrelétrico oferece cerca de 65% da produção total de energia.

A gigante chinês

Em Yangtze, na China, é concluída a gigantesca Barragem das Três Gargantas. Com capacidade de 22,5 GW e 98,8 TWh gerados todos os anos, é a usina mais poderosa do mundo.

A rainha das energias renováveis

A energia hidrelétrica representa hoje em torno de 90% da produção mundial de fontes renováveis e contribui com 17% da capacidade instalada total do mundo.

Como funciona a energia hidrelétrica

Água e gravidade, a mistura perfeita

{{ item.title }}
{{ item.content }}

A energia hidrelétrica tem dois aliados simples, mas fundamentais: água e gravidade. De fato, todos os tipos de usinas hidrelétricas exploram a força da gravidade para acelerar a água e liberar toda a energia potencial armazenada dentro dela.

Para explorar a água produzindo eletricidade, é necessário colocar sua força potencial dentro de um reservatório, geralmente um lago artificial protegido por uma barragem localizada acima.

Uma série de grandes dutos tem a tarefa de permitir que a água flua para o vale, onde a usina abriga as turbinas. Graças à diferença de altura criada pelo caminho dos canos, a água aumenta progressivamente sua energia e, uma vez na central, aciona as turbinas que, conectadas mecanicamente a um alternador,  produzem eletricidade. Nesse ponto, a eletricidade é passada através de um transformador, o que diminui a intensidade da corrente e aumenta a tensão para facilitar sua introdução na rede.

Turbina hidrelétrica

Saiba mais

Barragem

Saiba mais

Bacia hidrelétrica

Saiba mais

Usina hidrelétrica

Saiba mais
Vantagens da energia hidrelétrica

Energia eficiente e duradoura

Flexibilidade e eficiência

O poder das usinas pode ser rapidamente adaptado às novas necessidades. Além disso, a energia produzida tem um custo muito competitivo por quilowatt-hora.

Longa duração

Uma usina hidrelétrica tem uma vida útil em potencial de um século: tempo suficiente para produzir uma grande quantidade de energia sustentável.

Menos CO2

As usinas hidrelétricas não produzem dióxido de carbono: uma vantagem para o meio ambiente e a saúde humana. 

Você sabia?

Uma cachoeira com 24 milhões de lâmpadas

Basta o nome: Cataratas do Niágara. As Cataratas do Niágara, localizadas na fronteira entre o Canadá e os Estados Unidos, são uma das maravilhas naturais mais apreciadas e visitadas do mundo. Não estão entre as mais altas do planeta, mas o espetáculo ocorre pela vasta frente da água e pela imponente vazão: cerca de 168 mil metros cúbicos por minuto, em pleno fluxo. Um recurso natural com extraordinário potencial energético.

As obras para a construção de uma usina hidrelétrica começaram no final do século XIX, respeitando a beleza e a importância do local. Atualmente, existem duas usinas principais, a usina Robert Moses Niagara e a usina geradora de bombas Lewiston. A usina hidrelétrica como um todo gera uma quantidade de energia igual a 2,4 milhões de quilowatts: quantidade suficiente para iluminar simultaneamente 24 milhões de lâmpadas de 100 watts. 

As fotos de nossas plantas

Escolha sua informação

Energia eólica

Saiba mais

Energia solar

Saiba mais

Energia geotérmica

Saiba mais

Energia marinha

Saiba mais

Armazenamento

Saiba mais
Este site utiliza cookies analytics e de personalização, próprios e de terceiros, para enviar publicidade de acordo com suas preferências. Ao fechar este banner e navegar nesta página, ou ao clicar em um link ou continuar a navegação de qualquer outra forma, você estará concordando de forma livre, informada e inequívoca com a utilização de cookies. Caso queira obter mais informações ou negar a permissão de todos ou de alguns cookies, consulte nossa Política de Privacidade. Aceitar e fechar